Aliados

From Nonbinary Wiki
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Allies and the translation is 100% complete.

Recursos e conselhos para amigos, parentes e aliados de pessoas não-binárias. Isso também lida com alguns conselhos para se dar bem com e ajudar outras pessoas transgênero, e algumas questões relacionadas a pessoais intersexuais.

Educação e Comportamento

Muitas pessoas esquecem de agir com boas maneiras quando estão tratando de pessoas transgênero. Alguns aliados têm boas intenções, mas dizem coisas mal-educadas para pessoas trans que eles nunca diriam para pessoas cisgênero. Isso acontece meramente porque a maior parte das pessoas não foi criada com uma boa ideia do protocolo social de situações que são novas para elas. Muita mídia (que machuca) têm dado ideias erradas de como agir em uma situação como essa. Por exemplo, programas de televisão em que mulheres transgênero são perguntadas perguntas intrusas dá às pessoas a ideia de que isso é o que deve ser feito quando elas descobrem que alguém é transgênero.

Use linguagem adequada e os pronomes corretos

  • Se alguém lhe pedir para usar linguagem específica como pronomes e substantivos associados a um certo sexo, use-a! Talvez seja difícil para você trocar a forma como você fala, mas se você não se esforçar, é fácil de perceber. Pratique mentalmente e tente o seu melhor para trocar a forma como você pensa na outra pessoa, isso fará com que a linguagem correta saia mais naturalmente.
  • Em um mundo ideal, você sempre acertaria tudo, mas é bem provável que você faça uns errinhos aqui e lá. Se você acidentalmente usar os pronomes errados, não faça um show. Desculpe-se rapidamente, se corrija e continue. Chamar muita atenção a um erro (desculpando-se muito ou se justificando) só vai fazer a outra pessoa ficar mais desconfortável.
  • Lembre-se sempre que a linguagem que você usa na frente de uma pessoa deveria ser a mesma que você usa quando ela não está com você. Isso não é só mal-educado, como tem influência em protegendo pessoas transgênero in espaços potencialmente transfóbicos.

Não de conselhos não-solicitados

Dizer para alguém o que você acha que ele deveria fazer, quando eles não te pediram isso, é sempre mal-educado, para qualquer um. É muito comum que pessoas façam isso assim que elas descobrem que seu amigo é trans.

  • Não dê conselhos de moda não-solicitados. Se alguém quer sua opinião na forma como ele se veste/parece, ele vai pedir. É sempre mal-educado falar para qualquer um como mudar seu estilo se ele não pediu isso. Se você tem dicas de moda para pessoas não-binárias, você pode colocar na página de vestuário dessa wiki.
  • Não dê conselhos não-solicitados sobre como passar (ser automaticamente considerado) como uma pessoa de um certo gênero. Como é o caso de qualquer conselho não-solicitado para qualquer um, isso tende a ser mais insultante que útil.
  • Não dê conselhos não-solicitados sobre cirurgia, ou sobre qualquer coisa sobre seu corpo que é difícil de mudar. Isso pode ser bastante ofensivo porque parece que você está julgando o corpo do outro. Ninguém merece ser tratado assim. A pessoa pode até não estar interessada in mudar ou ouvir essas coisas.

Respeite a privacidade dos outros

  • Partes íntimas são íntimas, privadas. Se a pessoa não-binária não é sua paciente ou parceira (no sentido romântico), não pergunte sobre suas partes íntimas, se ela fez cirurgia ou qual gênero lhe foi designado quando nasceu. É sempre mal-educado perguntar sobre as partes íntimas de alguém, a menos que você seja seu médico ou amante. Algumas pessoas não-binárias não querem que todos saibam disso ou do gênero que lhes foi designado no nascimento.
  • Aprenda a ficar satisfeito não sabendo alguns detalhes íntimos sobre algumas pessoas, como suas partes íntimas, seu gênero atribuído no nascimento ou qual parte do gênero binário que você acha que elas mais se parecem com. Mesmo se você estiver curioso, não deixe escapar. Jogue o pensamento para longe e foque no que as pessoas estão dizendo e fazendo ao invés de ficar pensando nas partes privadas das vidas das pessoas. Isso é muito importante quando lidando com alguém que parece andrógino, que você não tem certeza se encaixa na categoria feminina ou masculina.
  • Não viole votos de confiança ou "tire" pessoas não-binárias do armário (não conte seu gênero/sua sexualidade para ninguém). É sempre mal-educado espalhar informações sobre uma pessoa quando ela não expressamente o pediu. Algumas pessoas não-binárias são muito públicas, outras preferem que detalhes pessoais continuem pessoais e privados. Isso pode incluir seu gênero designado no nascimento, o nome antes de ser trocado etc. Seu amigo não-binário pode estar fora do armário para algumas pessoas e não para outras. Deixe-os decidirem o quanto querem contar sobre si mesmos. Não faça isso por eles.
  • Introduzir seu amigo não-binário como não-binário não ajuda. Você pode estar tirando ele do armário. Deixe seu amigo decidir o quão aberto ele quer ser para cada pessoa.
  • Não espalhe fofocas sobre o gênero de ninguém, especialmente se for alguém que você mal conhece.

Apoie coisas inclusivas quando diz respeito a gênero

Quando pessoas binárias escolhem/apoiam coisas sem gênero ou de gênero inclusivo, isso geralmente não é um exemplo de apropriação cultural, mas sim de tornar uma coisa mais acessível. Transformar uma calçada em acessível para cadeirantes pode criar um ambiente melhor para ainda mais pessoas: gente com carrinhos de bebê, de mão, de supermercados, etc. Isso mostra que, ao tornar um ambiente mais acessível para uma minoria, você o torna mais acessível para todos. Design acessível é sinônimo de design bom. Coisas que incluem todos os gêneros são bons para pessoas não-binárias, transgênero, pessoas com gênero binário e mulheres de todo tipo.

  • Tenha um título sem gênero para si mesmo. Isso não é apropriação de algo que pertence só à pessoas não-binárias, porque esses títulos podem ser usados por qualquer um que não quer contar seu gênero ou título. Todos tem o direito de deixar seu gênero oculto. Algumas organizações e pessoas podem se referir a você sem título algum.
  • Quando se introduzir, diga seu nome e pronomes. Quando conhecer alguém novo, pergunte seu nome e seus pronomes. Isso não é apropriação de direitos de pessoas transgênero. Isso ajuda a criar uma sociedade inclusiva de pessoas trans já que você considera que perguntar os pronomes de alguém é o ideal, em vez de tentar adivinhar.

Veja também